voltar ao blog

Quem é você nessa quarentena?

21 de abril de 2020 Artigos

Olá “Quarenteners“,

Tudo bem?!  Saudade de vocês…

Gente, que loucura é essa que estamos vivendo?! Como assim quarentena, máscara, lave as mãos, fique em casa, álcool gel? Oiiiiiiiii?!

Sério, NUNCA, nem nos filmes de ficção científica que assisti com o meu marido (foram muitos), eu poderia imaginar e acreditar que um dia um vírus seria capaz de deixar o mundo todo em casa. Achei que já tinha visto todo tipo de coisa nos livros de história. Guerras Mundiais, pestes, revoluções, conquistas, mas eis que a vida é mais rápida e faz a gente revirar tudo do avesso e RECOMEÇAR.

Como trabalho com a abordagem sistêmica, acredito que tudo o que está acontecendo agora é fruto de uma NOVA ERA, da nossa necessidade de EVOLUIR.

Deu pane no sistema porque a forma como estávamos lidando com as nossas vidas, com os outros e com o planeta não estava sendo ecológica, sustentável. Assim como os nossos celulares, há tempos estávamos precisando reinstalar uma nova versão, mais consciente, humana, empática e responsável. Só que, diferentemente dos celulares, que nos perguntam se queremos instalar ou não a nova versão, a vida vem e nos obriga a reinstalar a nova versão para continuarmos aqui.

Claro que a vida nos deu sinais, mas nós, ocupados e estressados que somos, nem os percebemos e aí ela vem com uma falta de sutileza terrível e faz simplesmente o que tem que ser feito. Gostando você ou não, é a vida como ela é.

E aí eu te pergunto: quem é você nessa quarentena? É a pessoa que está proclamando o caos, que paralisou a vida e está esperando a liberação externa para voltar à sua rotina de sempre ou a pessoa que está aproveitando para colocar a vida à limpo, revendo prioridades, pensando nas múltiplas oportunidades e formas de fazer o que você fazia antes, de uma nova forma?

Nesses anos estudando e trabalhando com o desenvolvimento humano, aprendi que na vida só existem 2 tipos de pessoas:

1) as que estão à espera de um milagre e, quando ele não acontece, depois dizem que não era pra elas, que faltou sorte, que nada dá certo na vida delas, que é sorte no jogo, azar no amor… e;

2) as que agem, apesar do medo e das dificuldades, as que criam soluções.

Eu sei que pode parecer que estou num mundo paralelo, mas não. Eu também estou passando muitos desafios nessa quarentena (especialmente os domésticos, rs), tenho dias ótimos e outros de irritação e medo, mas eu ESCOLHI olhar tudo isso de forma positiva, porque assim eu aprendo e cresço. A gente precisa aprender a escolher os pensamentos assim como escolhe as roupas.

Essa quarentena tem mexido comigo, INTERNAMENTE. Ela veio me jogar na cara a impermanência da vida e a necessidade de um RESET, de uma ATUALIZAÇÃO do sistema, de vez em quando.

Confesso que a impermanência da vida às vezes ainda é meio chocante para mim. É como se, de repente o meu castelo de areia, que tanto demorou para ser construído, desmoronasse de vez. Muitas vezes ainda choro pelo castelo, lembrando que houve todo um projeto para que ele fosse construído, mas em outras penso que aquele castelo se foi porque eu não preciso mais dele, afinal já sei construí-lo e posso construir outros se quiser, no futuro.

Bert Hellinger, criador das constelações sistêmicas, em sua autobiografia, diz que: “É difícil renunciar, mas a renúncia liberta. Crescemos quando renunciamos e, por mais estranho que possa parecer, nossa alma ganha relevância. Quem não renunciou pode muito pouco e, em muitos aspectos, permanece uma criança”.
Ou seja, quem nunca renunciou à nada, continua criança, não evolui. Precisamos confiar na vida e aprender com ela, com todas as situações e pessoas. É momento de RENUNCIAR. Renunciar ao seu VELHO eu para que o seu NOVO eu, totalmente atualizado, possa emergir.

Pense agora nas coisas que você pode e deve renunciar para abrir caminho para o seu NOVO EU. Talvez você possa renunciar o medo de viver do que você ama e entrar em ação; o orgulho em uma situação não positiva pra você e fazer as pazes com a pessoa; a vergonha de ter desapontado alguém que você gosta muito e buscá-la para conversar ou mesmo o seu desapontamento com você mesmo (a) por não ser ou viver como você gostaria, no fundo do seu coração.

Lembre-se: agora é a hora de atualizar o sistema. Olhe pra dentro, sinta o coração, abandone o medo, puxe a fé pro seu lado e clique em ATUALIZAR. Você não precisa de backup, já carrega dentro de você tudo o que precisa para seguir a JORNADA da VIDA.

Fique em casa e fique bem.

Com muito amor.


voltar